Here It Is My Beautiful Fucked Up Heart – Ceramic Gold – Dear Anushka

Here It Is My Beautiful Fucked Up Heart – Ceramic Gold  Extra Heart – Dear Anushka
Peça criada para a exposição ROOM FOR BROKEN HEARTS na Apaixonarte, 2024.
Saco de enjoo de papel em caixa de vidro antiga com mensagem datilografada.
Peça única.
Dimensões – 9 x 17 cm

130.00

1 em stock

Adicionar aos Favoritos
REF: DAN02-1 Categorias: , Etiquetas: , ,

Here It Is My Beautiful Fucked Up Heart – Ceramic Gold – Dear Anushka
Anushka (1981) é uma artista visual “text-based”, que vive e trabalha em Lisboa. Estudou Literatura Alemã e Arte/Música, com foco em fotografia. Trabalhou como jornalista em vários jornais e rádios e, durante muitos anos, como assistente de encenação de teatro, em Berlim.

A arte de Dear Anushka dá vida a objectos esquecidos, dando voz às suas histórias, emoções e perspectivas por contar. Através da lente da sua câmara, imortaliza estas narrativas e cria instalações marcantes com palavras, objectos, som e fotografia.

O seu projeto em curso consiste na inscrição em colchões abandonados, que fazem parte do cenário típico das ruas de todo o mundo. Dear Anushka faz destes colchões a sua tela e, com as suas palavras, pintadas com spray, liberta-os do seu contexto, o de serem lixo. Transforma-os numa forma temporária de arte urbana. Por vezes, a sua obra dura alguns dias, outras vezes apenas alguns minutos.

“As suas volumosas silhuetas rectangulares em vários estados de conservação, as suas capas muitas vezes únicas com belos padrões detalhados, bem como os locais onde são abandonados nunca deixam de me surpreender. Estes objectos do quotidiano carregam associações. As nossas vidas esfregaram-se neles. O suor, o sangue, as lágrimas e outros fluidos corporais tornaram-se parte do seu tecido. Um colchão é muito mais do que uma cama onde dormimos. Fazemos amor na cama, lemos na cama, comemos na cama, vemos televisão na cama, sonhamos na cama, falamos na cama, choramos e rimos na cama. Somos concebidos na cama, nascemos na cama, morremos na cama. Os colchões são um pequeno mundo próprio, os nossos espaços privados. Quero dar voz a estes colchões. Eles têm tantas coisas para contar”.

Peso 1000 g

Our offer