Casas para flores – Liliana Velho

Casas para flores – Liliana Velho
“Aqui celebram-se micro-práticas. A primeira parte do trabalho começa no campo, em Montemor-o-Novo e em Viseu, onde recolho flores e plantas que vivem em secreta invisibilidade. Para cada flor tem que existir uma jarra diferente. construir micro paisagens. Inventam-se ecossistemas, onde uma folha pode ter quilómetros e uma pétala pode tapar o sol.

É tão bom ser pequenino.”

Peça criada para a exposição colectiva “As Coordenadas Líricas”, exposta na Apaixonarte e na Casa-Memória Fernanda Botelho, 2022.
Cerâmica.
Peça Única.
Dimensões aproximadas – 15 x 17 x 8 cm

 380.00

1 em stock

Adicionar aos Favoritos
REF: ACL07 Categorias: , , Etiquetas: ,

Liliana Velho (Lisboa, 1985) é uma artista visual, que tem dois corações, um em Viseu e outro em Montemor-o-Novo. Licenciou-se em Escultura da Universidade de Belas Artes de Lisboa (2009) e possui mestrado em Artes Visuais pela ARCA, Coimbra (2012) e actualmente frequenta o Doutoramento em Artes Plásticas na Faculdade de Belas Artes do Porto (FBAUP). Nos últimos anos, Liliana tem-se dedicado à escultura em cerâmica, escolhendo o barro como o material mais importante na sua prática. Também trabalha com diferentes meios, como desenho, escultura e a instalação. Desde 2015, expõe regularmente, em exposições individuais e colectivas, colaborando com outros artistas. Actualmente vive e trabalha em Viseu.

Peso 2500 g

Our offer